Tel: 55 11 3465 0265                       contato@urbansystems.com.br                                                  urbansystems

        Rua Joaquim Guarani, 271        

      Santo Amaro - São Paulo | SP    

    CEP 04707-060

RANKING CONNECTED SMART CITIES

O Ranking Connected Smart Cities é um estudo desenvolvido pela Urban Systems para o evento homônimo, idealizado pela Urban Systems e pela Sator e realizado desde 2015, criando uma plataforma de discussão e negócios sobre o de Cidades Inteligentes.


Com 5 publicações já realizadas, versões 2015 a 2019, o Ranking Connected Smart Cities é um esforço da Urban Systems no entendimento e definição dos indicadores que apontem o desenvolvimento das cidades brasileiras para o seu desenvolvimento inteligente, sustentável e humano.


O Ranking é composto por 11 eixos temáticos, conforme abaixo ilustrado, e 70 indicadores que se conectam entre si, apontam relevância em mais de um eixo analisado.

Baixe aqui as versões anteriores: 2019201820172016 2015.

Para a elaboração do Ranking Connected Smart Cities, foram mapeadas as principais  publicações internacionais e nacionais sobre o tema de cidades inteligentes, cidades conectadas, cidades sustentáveis, cidades humanas e demais artigos sobre o assunto.


Essas pesquisas foram estudadas e destrinchada e seus indicadores mapeadas, para que fosse possível selecionar indicadores existentes nessas pesquisas, bem como criar indicadores que pudessem ser medidos no Brasil, para tornar o Ranking Connected Smart Cities o estudo referência no assunto de cidades inteligentes no país.


Considerando o estágio de desenvolvimento econômico e urbano das cidades brasileiras, houve a necessidade de adaptação e tropicalização de eixos e indicadores utilizados, sendo, por exemplo, aprofundada as questões de meio ambiente, no que tange ao abastecimento de água, saneamento e resíduos solos, questões já solucionadas em estudos de cidades inteligentes internacionais,

e, portanto, fora das pesquisas.


Em 2019, última edição, o Ranking passou por algumas alterações, reflexo de seu modelo colaborativo e inteligente, e teve modificação em alguns de seus indicadores, sejam novos ou alterados (detalhes disponíveis nas páginas 13, 14, 15 e 16 do estudo completo) que você pode acessar clicando aqui


As movimentações das cidades no Ranking dependem da atuação da própria cidade e também do desempenho das demais cidades que estão em posições próximas. Dessa forma, uma cidade sobe ou desce em sua posição, de acordo com a melhora ou piora dela nos indicadores analisados, e também de acordo com a melhora ou piora das cidades que estão em posição próxima. Uma cidade pode estar estabilizada em alguns critérios, e devido a melhora das cidades próximas, perder posições no Ranking.

Lembramos sempre da importância do município realizar seu próprio diagnóstico e avaliar, não apenas os 70 indicadores desse estudo, mas os demais indicadores dos 11 eixos temáticos em questão.

No âmbito desse diagnóstico, a Urban Systems oferece auxílio, por meio de uma consultoria de Diagnóstico e Plano Estratégico de Cidade com enfoque no desenvolvimento sustentável e inteligente.

Conheça mais detalhes acessando o link.

Por fim, considerando que conhecimento e aprendizado é a chave para a mudança de nossas cidades, a Urban Systems e a Sator criaram o Learn Connected Smart Cities, plataforma de educação e conteúdo com cursos online sobre cidades inteligentes.


Confira abaixo a apresentação do curso e seus objetivos por Thomaz Assumpção e Paula Faria.

Está disponível também, aula gratuita com apresentação dos 11 eixos temáticos e dos 70 indicadores da pesquisa de 2018, realizada por Willian Rigon, diretor da Urban Systems e pesquisador responsável pelo Ranking Connected Smart Cities.

Confira abaixo: 

CONFIRA A MATÉRIA PUBLICADA SOBRE O RANKING CONNECTED SMART CITIES:

Edição 1140, ano 2017

Edição 1115, ano 2016

Edição 1094, ano 2015