UrbanMedia

Reports

24/07/2017

Coletividade é o ponto central das novas discussões sobre arquitetura urbana e mobilidade

Debate propõe ideias que integrem toda a população aos serviços de transporte, além da descentralização


Durante anos, grandes cidades como São Paulo pensaram em mobilidade urbana com soluções temporárias como construção de novas vias para abrigar novos carros que todos os dias chegavam às ruas, construções que só resolviam o trânsito por ora e não a mobilidade.
 

A cidade já vem rediscutindo a questão há um bom tempo até por necessidade e por isso vem implantando novas políticas de mobilidade urbana e de incentivo ao transporte público que fizeram com que a cidade fosse premiada com o 1º lugar no Ranking Connected Smart Cities 2017, em estudo feito pela Urban Systems, mas ainda há muito o que ser feito em comparação a outras cidades do mundo.

O espaço para novas construções viárias praticamente acabou e as discussões tomaram um outro rumo: Como desenhar cidades eficientes? Este foi um dos temas debatidos no Fórum Mobilidade, promovido pela Editora Abril no último dia 20, em São Paulo.
 

Matheus Silveira, gestor do projeto “O futuro das Cidades” pela FCA ressalta que “as cidades são para as pessoas e que o planejamento deve ser para elas”. A diminuição de distâncias, o conceito de cidade policêntrica e uso misto do solo também foram algumas das questões levantadas por Matheus.
 

Renata Falzoni, jornalista e cicloativista convidou as pessoas a “pensarem e enxergarem a cidade como pedestres” e defendeu simplicidade em algumas soluções que visem a pessoa que está a pé, pois todo o planejamento urbano sempre se deu ao motorista de carro.
 

Paulo Fonseca do FabLab da USP defende que além das smart cities, são necessários também smart citzens (cidadãos inteligentes) “que participem do processo de mudança desses conceitos”, pois o planejamento de uma cidade inteligente não pode estar apenas em uma ou duas cabeças.
 

Matheus cita a Avenida Paulista como um bom exemplo de uso do espaço urbano por ser um local que abriga ônibus, metrô, ciclistas, carros, serviços de transporte compartilhado além de ser aberta para as pessoas aos domingos.
 

O evento contou também com o Secretário Municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo, Sérgio Avelleda, o presidente da CET-SP, João Octaviano Machado Neto, o diretor-geral da Uber no Brasil, Guilherme Telles e outros agentes importantes das esferas pública e privada que vem contribuindo com o debate do tema.

Twitter

Pesquisa

Encontre em nosso site o conteúdo que você busca.

Twitter

Enquete

Não existe nenhuma enquete publicada no momento.



Contato

contato@urbansystems.com.br trabalhe@urbansystems.com.br

Ou se preferir acesse o formulário

Localização

lat. 23º37'38'' long. 46º41'46'' Como chegar
Rua Joaquim Guarani, 271 | 04707-060
São Paulo - SP - Brasil | 55 11 3465-0265

Informação rápida e inteligente também nas Redes Sociais. SIGA-NOS!